quarta-feira, 21 de setembro de 2016


"Não há porque chorar por um amor que já morreu,
deixa pra lá, eu vou, adeus."

Nenhum comentário: