quinta-feira, 29 de julho de 2010

animals were gone

Não é por medo, dor, falta, ou o que mais possa representar.
Ando sem palavras pelo simples fato de não conseguir expressar o que se passa.
Talvez a vida adulta e sem graça tenha finalmente chegado, e eu esteja nessa transição estúpida sobre o tal do amanhã. Talvez seja só um disfarce, uma farsa. Talvez eu quebre a cara logo. Talvez. Talvez. Talvez... É, talvez.

2 comentários:

Vitor Samuel disse...

Quando nos tornamos adultos matamos a criança que existe em nós. e todos os nossos sonhos vão com ela. Mantenha-a viva, pois ela que dará sentido as coisas que o adulto em voce busca.

Roberto Costa Carvalho disse...

Não é só o tornar-se adulto. A transição da linguagem é bem mais marcante do que a transição da vida. Lembre-se, linguagem é sempre nossa expressão última, a verdade que temos em nós.