quinta-feira, 27 de maio de 2010

"Bom dia, amor.
Bom trabalho.
Eu te amo."




E ela fez o que jamais deveria: Entregou seu coração.





Pois acordar sem você é como beber uma chícara vazia

Nenhum comentário: