segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

delicate

Me peguei procurando a palavra: "solidão".
É como se o meu inconsciente falasse. Gritasse.
Talvez seja. Mas hoje não!



Não tenho memórias de uma vida tão ridiculamente normal.
Isso é... novo e fascinante.


E você sabe, definitivamente, não é o que sou.
Ou pelo menos, aquilo que costumava ser.

Bom.
Bom pra mim.

Nenhum comentário: