sábado, 26 de dezembro de 2009

'queria até que pudesses me ver...'

'Desenho toda a calçada
Acaba o giz, tem tijolo de construção
Eu rabisco o sol que a chuva apagou.
Quero que saibas que me lembro,
Queria até que pudesses me ver.
És parte ainda do que me faz forte...
E, pra ser honesto,
Sou um pouquinho infeliz...'




Eu poderia simplesmente ME ignorar,

mas não, não hoje. Vou curtir esse vazio como se não restasse algo mais.
Mas resta. É assim. Vai ser assim.

Nenhum comentário: