quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

hoje, é só o que me importa.

A intenção era só descarregar.
O que eu queria fazer agora, era somente me desmanchar em lágrimas,
não posso. Tenho que esperar chegar em casa. Lá estarei a salvo.
No caminho pro trabalho, ao lado do ombro que tenho certeza que foi Deus que me mandou, como um presente, pra me ajudar a passar por esses momentos, eu vinha pensando no quanto eu tenho sido injusta, suja...
O objetivo aqui não é me lamentar, ou dramatizar o que quer que seja.
Reclamei, odiei, fiz muita besteira, corri atrás de algo/alguém que no fim, não está aqui, agora.
Não que eu precise, mas foi o que foi dito, prometido, então, cadê?
Na verdade, hoje, o que menos importa é o que eu sinto...
Ela é tão pequenininha, tão indefesa, precisa de tantos cuidados,
acho que isso tá fora do nosso alcance, mas quem sabe eu poderia fazer mais alguma coisa,
tenho tido pressentimentos, e eu tenho medo.
Se eu pudesse fazer algo mais, pelo menos alguma coisa que pudesse aliviar aquilo.
Eu faria. Eu juro que faria, sem pensar duas vezes.
Só pra vê-la bem, essa vida que tá só começando...
Deus, cuida dela, por favor, eu imploro.

3 comentários:

Ana Gabriela disse...

Quando se é importante, se cuida.

"Ela é tão pequenininha, tão indefesa, precisa de tantos cuidados..."

Quase cheguei a pensar em você, quase. Não fosse pelo 'indefesa'.
Brincadeira, ririr.

...

Cuida do que te é importante...
mas, não esquece de você, Blanmy.

Nany Damasceno disse...

vai dar tudo certo.. ela vai ficar bem.. tá? =*
[mas JURO por Deus que quando vi o pequenina, lembrei da pituxa.. e pensei..
Não.. a Dheyva não fez uma postagem pra aquela cachorar estúpida..
ainda bem que não..
Vai ficar tudo bem, meu bem!

Victor Manfredine disse...

Olha o quanto você já enfrentou e venceu! Assim é mais fácil notar as coisas e não ser nem mais nem menos injusta consigo mesma. É prática que resolve isso.

E amizades ajudam. É vero.