quarta-feira, 11 de novembro de 2009

isso não é uma postagem

Brenda não queria ser tão sombria.
Seu desejo sempre foi o mais simples, mas afinal, o que é um desejo simples?
Relatividade...
Ela não tinha lembranças de tempos tão difíceis como este.
Sim, ela puxava pela memória qualquer vestígio que fosse,
mas não encontrava. Não importava o que fizesse.
Durante os últimos dias, ela vinha fugindo de pensamentos dolorosos. (como se isso fosse realmente possível)
Ocupava o tempo com coisas 'frutíferas' mas que em sua cabeça, eram tão vazias quanto ela.
E isso doia. Isso doia tanto...
Ela tinha aprendido que em tempos difíceis, o melhor era se ausentar,
não tinha certeza se essa era realmente a coisa certa a fazer.
Mas, sinceramente, ela não se importava mais, não com isso.
Não sabia dizer ao certo em que momento exato, as coisas tinham ficado daquele jeito.
Usava de formas totalmente patéticas e insanas pra fugir daquilo.
Inclusive, usar um outro nome por não ter coragem de dizer que aquelas coisas saiam de dentro dela. :)
Sabia que aquilo não duraria para sempre. E em partes, era isso que lhe assustava, mesmo que a mudança de algo fosse o que ela mais desejara durante os últimos ...



_ Queria parar de sangrar.
_Talvez não pare nunca, você sabe.
_Sim, eu sei... Mas mesmo assim, eu queria.

Um comentário:

meus instantes e momentos disse...

vc escreve muito bem, deveria difundir mais teu blog.
Gostei daqui.
Apareça.
Maurizio