quarta-feira, 14 de outubro de 2009

sem motivo aparente

... Deve ser isso.
Mesmo o meu mundinho sendo aquele caos, aquela inquietude, aquele poço de não-sei-o-quê, aquela fúria de sempre.
Hoje eu amanheci cantando pra mim, só pra mim...
Eu me bastei como se fosse a única coisa que eu fosse sentir na minha vida, e eu não entrei em pânico, eu quis ficar alí, comigo, só comigo. Como se eu não precisasse de nada mais pra ficar bem. Uma sensação diferente das que há tempos, sentia. Foi bom.
Mesmo que não dure o quanto eu gostaria. (ou sim)
Só me resta aproveitar, afinal.
E o farei, com imenso prazer.

Nenhum comentário: