sábado, 10 de outubro de 2009

love me two times, im going away...

compulsão... resquício

Hoje eu acordei querendo te machucar com a minha ausência,
hoje eu quis gritar até vomitar essa dor,
hoje eu me perguntei o que eu fiz de mal,
hoje eu quis saber o que eu ainda tô fazendo aqui,
e depois de tudo isso, eu só quis ser feliz...
Aliás, eu só quis tranquilidade...
porque aparentemente nada é pra sempre,
e essa dor já esteve aqui,
e você fez a mesma coisa...
Eu mudei... Você mudou...
Afinal de contas, essa dor é minha, só minha. Vai ser assim.
Não importa se as marcas que eu guardo duram pra sempre.
Os dias não vão ser pra sempre iguais.
É tudo pra sempre, é só por enquanto.

Nenhum comentário: