segunda-feira, 12 de outubro de 2009

indiscutível

É imutável...
Não que já não soubesse, mas sempre preferi não pensar dessa forma. É sempre mais doloroso.
Minha mãe já disse: "Eu sei que tu bebe pra esquecer o que você sabe que não tem como. Não dessa forma...". E ela tá certa.
Confessei, mais uma vez, os meus segredos ao meu amigo incondicional.
Doi saber que um dia, podem tirar isso da gente, que isso pode se perder, assim, de repente.
Na maioria das vezes foi assim, foi bom estar ao seu lado. É bom. Me faz mais feliz.
Parte do meu céu, parte do meu inferno...
Sei também que o sentimento que nos 'une' tá fora da minha compreensão.
Eu não darei o braço a torcer, e eu sei que talvez, dessa forma, eu possa perder muita coisa. Eu não vou me render... Eu não te quero assim...
Mas é como sou... É como você é...
Nunca ví o egoísmo tão forte no teu olhar como ontem.
E eu gostei.
"Eu gosto de você assim... desse jeito."
Eu não quero nada mais do que mereça.
Eu não quero mais discutir.
Eu só quero viver... com ou sem você. E já sabemos que será assim.
Sempre foi.

Um comentário:

Victor Manfredine disse...

Eii, não leve tudo assim tão a sério. os sentimentos são confusos mesmo. as pessoas não entendem mesmo quando a gente explica.. é normal.
É pena dizer isso,
mas devemos entender.
É o normal nesse mundo.
... mas assim: nada de reter ações. eu ainda acho que não sou daqui. e você?