segunda-feira, 5 de outubro de 2009

da esperança ... ou a falta dela.


Já faz um tempo que vivo assim, sabe.
Em meio à tantas coisas perdidas, só não queria perder também a esperança, isso seria demais.
Então eu me pergunto: "Esperança, cadê você?" "Volta pra mim?".

Tomara que ela possa me escutar, sinto saudade dela, Gabryel.

Não sei se tenho um futuro, quanto ao meu passado... , só tenho o agora, o meu PRESENTE do céu.
Isso deve bastar, pelo menos por enquanto.

Um comentário:

Nany Damasceno disse...

esperança! :)


GABRYEL? que grande viadagem!