quinta-feira, 27 de agosto de 2009

eu nem sei teu nome

Meu Deus, como é tudo tão estranho desse jeito?
Eu quero voltar pro lugar que eu nunca conheci.
Eu não consigo mais ignorar o que eu me tornei,
ou o que eu sinto.
E Como?

...


Guerra! Guerra! Guerra!

Nenhum comentário: