quarta-feira, 10 de junho de 2009

das explicações absurdas.

Passei a maioria do meu dia pensando em definir o que tem se passado.
Comigo?
Tudo em vão.
A tempestade de pensamentos que toma conta da minha mente é traidora.
Quando acho que começo a entender um pouco, o choque de realidade acontece.
Eu sempre me senti frágil e nunca me orgulhei disso...
E já que aqui é meu único refúgio.
Não vou torná-lo meu poço de lamentação, embora seja só isso mesmo.
É, eu pareço estar bem. Talvez esteja. realmente.
Esse post também parece ter sido breve e rápido.
Mas eu não faço idéia de quantas vezes ele foi editado, apagado, salvo... retomado.
Chame de drama, chame do que quiser...

Prefiro continuar achando que só não tenho... o que falar.
E sim, isso me enlouquece... Isso me atormenta... Isso doi.

Nenhum comentário: