sexta-feira, 15 de maio de 2009


Porque eu lutei, contra tudo. Eu fiz isso porque eu quis. Porque achei que era certo. às vezes sinto vontade de me arrepender por isso, mas não dá. é tudo tão estranho... As coisas acontecem tão inesperadamente. tens ficado pra trás... da minha vida, da minha mente, do que quer que seja que existe aqui dentro de mim. Não é questão de tempo. De mais ou de menos. É questão de vida. De viver ou não. E mesmo que eu já não tenha conserto. Estou livre! Mesmo sendo um paradoxico personificado num prazer irreal.

Nenhum comentário: