quarta-feira, 1 de abril de 2009

das sensações adquiridas.

Algo tende a ser demasiadamente incompreensível.
E por mais doce ou amarga que eu tente ser, ainda assim,
isto não se comporta de maneira indolor.
Era assim que tinha que ser. Indolor.
A compulsão na qual me tornei já me levou a lugares jamais imaginados,
experimentados, quiçá compreendidos.
Tenho vivido no meu limite, e eu já nem lembro a sensação que sentia antes,
antes de tudo. Antes do mundo. Antes disso!
O que é isso? Porque isso me toca como se fosse meu sangue.
Tenho esperado ansiosamente por uma linha final.
Só que quanto mais eu cavo, mais afundo em mim.



One day I will speak freely.
I'll be less afraid and measured outside of my poems and lyrics and art.
One day I will be faith filled.
I will be trusting and spacious, authentic, grounded and home.

Nenhum comentário: