domingo, 15 de fevereiro de 2009

Hoje acordei tarde... Me dei conta que tava sem comer faz uns 40 minutos...

Mãe de plantão, o pai abriu a porta do quarto bem cedo e falou a típica frase: "Good morning!!" me cobri dos pés a cabeça com a coberta e virei pro outro lado, só o pai mesmo pra me acordar num domingo, tão cedo.. ;)

Fui fazer um miojo, voltei aqui pra máquina, e esqueci dele no fogo. Secou tuuuudo, virou uma gororoba só, desisti de tentar comer, peguei aquele copo de fanta uva, um pedaço de queijo da geladeira que eu nem sabia que existia, e voltei pra cá... Afinal, quem se alimenta bem num domingo, sem a sua mãe pra fazer aquele almoço maravilhoso? Eu não, não mesmo...

Ontem eu tinha duas opções, ficar em casa me lamentando (motivos secretos) ou aceitar o convite de uns amigos, e sair por aii, pra comer, pra andar. E foi bom, quem diria, foi bom...

Sempre achei que o domingo é um dia melancólico, não sei se pelo fato de o dia seguinte ser a segunda-feira, que pra mim, significa retomada de rotina, trabalho, estudo...

Acho que eu sou um fanfarrona, isso sim. Sou muito preguiçosa, eu escuto gente dizer por aii: "Ahh, quando isso acabar, tu vai sentir falta.". Cara, eu acho que não, não mesmo... Mas é isso, um dia, todas as questõe serão respondidas, ou não.

O fato é que todo o dia, eu conheço uma Dheyva diferente, algumas vezes isso me assusta, outras não, chega até dar um certo "orgulhinho"... E hoje, com meu domingo melancólico, só quero ficar bem e em paz, nem que seja só por hoje. ;)

Dheyva Blanmy

2 comentários:

Wesley Diogenes disse...

Todos os dias acordamos e em cada manhã temos uma nova surpresa que vai delinear quem somos.

A mudança não é algo maléfico, quando a mudança nos traz crescimento. Sempre conhecer uma nova Dheyva é sinal de que ela está evoluindo. A cada dia criamos mais tentáculos de saberes e aprendizagens que vão mudando o que pensávamos antes e reciclando de forma positiva.

Eu prefiro ser essa metamorfose... Do que ter uma idéia [objetiva e única] sobre tudo

Eu tbm tenho essa mesma visão do domingo sempre achei ele muito sombrio e triste, não só pela segunda-feira, mas pela falta do que fazer nele.

Gostei do blog
E parabéns pela escrita!

rooseveltjusto disse...

uma baita cozinheira vc, não???

de qualquer modo... Concordo com vc, domingo é um dia angustiante quando se sabe que o próximo é uma segunda-feira... mas eu prefiro isso a definhar em casa, pq se não for por isso, eu de casa não saio...

heuehueheuehuehe

quem sabe um dia cheguemos a entender tal marmota universal...