segunda-feira, 20 de outubro de 2008

...

Uma dor na cabeça escrota, uma cólica mais escrota ainda... :(


Já dizia um grande pensador: Em boca fechada, não entra mosquito!

Sábias palavras... Se não sabe o que dizer, não seja idiota, fique quieto(a)!



"Ah, e dizer que isto vai acabar, que por si mesmo não pode durar. Não, ela não está se referindo ao fogo, refere-se ao que sente. O que sente nunca dura, o que sente sempre acaba, e pode nunca mais voltar. Encarniça-se então sobre o momento, come-lhe o fogo, e o fogo doce arde, arde, flameja. Então, ela que sabe que tudo vai acabar, pega a mão livre do homem, e ao prendê-la nas suas, ela doce arde, arde, flameja.
in "Onde estivestes de noite" - 7ª Ed. - Ed. Francisco Alves - Rio de Janeiro – 1994"

Um comentário:

Victor Manfredine disse...

ficar queito, calado?
é tão difícil moça.. ah! o/