sábado, 26 de julho de 2008

Certezas...

Eu não tenho certeza de absolutamente nada. O tempo passa, e só consigo entender que o que não foi, não é! Se pode vir a ser, a certeza de que não temos certeza me encontra outra vez... Contradições, complexos... Não, não existe certeza em nada!
(desabafo??)
"depois de ter vivido o óbvio utópico, te beijar..."
Dheyva Blanmy

Nenhum comentário: